Translate

sábado, 5 de novembro de 2016

Amor Humilde



Deste meu humilde r/chão
Posso sonhar bem mais alto,
Porque tenho a chama no coração
Ajuda-me a dar o salto.

Mesmo descalço já palmilhei
Vales, montes e castelos...
Por lá nunca fiquei,
Dei ao sol meus cabelos.




Chamei em mim a humilde

Que toda a minha vida foi meu pão,
Desde o meu tempo do berlinde
Desde que sinto meu coração.

Há fogueiras de vaidades...
Há vaidades sem razão,
Muitos fazem habilidades
Outros trabalham pelo pão.

Vou continuar a acreditar
No meu amor humilde...
Sem ficar a pensar,
Em novela ou filme.


O autor;
J. Boni.